O Instituto Nacional do Seguro Social. O INSS vai suspender os pagamentos de aposentadorias e pensões daqueles segurados que estão há mais de 12 meses sem realizar a prova de vida. O órgão ainda informou que 2,179 milhões de beneficiários ainda não comprovaram vida até a folha de pagamento de fevereiro. Portanto, são passíveis de bloqueio caso eles não realizem o procedimento nas agências bancárias. O bloqueio começa a ser feito à partir do pagamento dos benefícios de março. Ou seja, que é pago entre a próxima segunda-feira (25) e o dia 5 de abril de 2019.

2 milhões de beneficiários do INSS podem ter o pagamento bloqueado

Quem ainda não está em dia com a prova de vida já deve encontrar o benefício suspenso na segunda-feira (25). Contudo, não precisa entrar em desespero. De acordo com a Federação Brasileira dos Bancos – FEBRABAN, os beneficiários que tiverem as suas aposentadorias e pensões suspensas, devem realizar a prova de vida a partir do dia previsto para a liberação do pagamento na própria agência bancária.

“A liberação é feita na hora, após a realização da prova de vida.” Explicou o diretor adjunto de operações da FEBRABAN – Walter de Faria.

Como realizar a prova de vida?

Para realizar a atualização cadastral, o beneficiário deve ir presencialmente até a sua agência bancária levando um documento com foto. Entretanto, alguns bancos realizam o procedimento através da biometria, e isso pode ser feito diretamente em um caixa eletrônico, como o Banco do Brasil e Bradesco já disponibilizam essa opção.

Para beneficiários impossibilitados

Os beneficiários que não puderem ir até às agências bancárias por motivos de doença ou até mesmo por dificuldades de locomoção, podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS.

O mesmo pode ser feito por aqueles beneficiários que residem no exterior, e que não tenham como vir ao Brasil. Neste caso, ainda existe a opção de utilizar um documento de prova de vida emitido pelo consulado. Ou ainda pelo Formulário Específico de Atestado de Vida para o INSS. Que está disponível no site da Repartição Consular Brasileira ou no site do INSS.