Como fazer um Planejamento Financeiro – 5 dicas práticas

Desenvolver um plano bem definido pode ser a chave para o sucesso, tornando seu caminho mais suave e seguro em direção ao seu objetivo financeiro.

No curto, médio ou longo prazo, o planejamento pode ajudar a administrar a situação. Gerencie, monitore e organize suas finanças para atingir seus objetivos.

Preparamos um guia com todos os passos a passo perfeito para de fato entender a importância do planejamento financeiro e como montar elaborar um.

O que é um Planejamento Financeiro?

O planejamento financeiro nada mais é do que uma ferramenta eficaz de organização da economia. Inclui controle de despesas, análise orçamentária contínua e estratégias bem definidas.

O plano é criar um cenário econômico favorável para o alcance da meta. Como comprar um bom produto, viajar, pagar dívidas ou sair do vermelho.

Para isso, é importante ter em mente que um bom planejamento funciona a curto, médio e longo prazo.

E um melhor desempenho quase sempre leva tempo. Portanto, sua disciplina para seguir sua programação de acordo com a carta não deve durar apenas uma semana ou um mês.

Estamos falando de um projeto de vida que pode levar anos ou mesmo décadas! Ele é constante.

Como essa prática pode fazer diferença na sua vida?

Você já sentiu que o tempo está se esgotando e você não está alcançando seus objetivos? Ou você já pensou que tem muitas ideias na cabeça e não as coloca em prática?

O planejamento salvará você dessa situação. Vivemos uma era de economia instável no Brasil. Então, o que você pode fazer para se proteger no futuro, faça!

Basta olhar para as mudanças na reforma da previdência para piorar esse problema. Definitivamente aposentado. Portanto, aproveite as dicas deste artigo e coloque a mão na massa!

Planejamento financeiro é feito a partir de metas

Em primeiro lugar, seu radar deve ter claramente dois pilares: disciplina e estratégia.

A disciplina o ajudará no planejamento. E principalmente porque não há mais dívidas.

Sempre pense em um interesse, uma maldição que pode fazer qualquer coisa para se perder.

A estratégia que você define de duas maneiras. Primeiro, diagnostique a situação atual. Dedique algumas horas para calcular despesas, receitas de juros e recursos adicionais para os próximos meses e anos.

Depois, há a parte muito legal do design. É hora de se perguntar, o que você quer dizer?

Como você quer ter cinco, dez ou trinta anos? Que tipo de vida econômica você deseja ter durante esse tempo?

Lembre-se de que o planejamento financeiro consciente e realista leva em consideração o cenário atual e as perspectivas futuras. Assim que isso estiver disponível, é hora de determinar as melhores maneiras de fazer isso!

Passo a passo de um bom Planejamento Financeiro

Veja um conjunto básico que você pode seguir ao preparar e monitorar seu planejamento financeiro.

PASSO A PASSO - PLANEJAMENTO FINANCEIRO

  1. Estabeleça metas realistas

Não há sentido em estabelecer metas impossíveis. Ou que discordem totalmente de suas habilidades.

O sucesso do projeto depende muito dos objetivos possíveis e está em linha com a realidade econômica.

  1. Controle suas finanças

A planilha deve incluir os custos básicos (como aluguel, imposto sobre a propriedade, custos de treinamento, saúde).

Além das despesas desejadas (aquelas que não são fixas nem obrigatórias, mas que você deseja realizar, como viagem de férias por ano ou aposentadoria).

Por favor, entenda que esta planilha está viva. Ou seja, pode mudar todos os dias. Então você tem que continuar!

Rastreie diariamente adicionando custos e economias inesperados. Isso é importante para nós ter uma visão ampla e consciência dos custos de longo prazo.

  1. Estude sobre investimento

Seu sucesso financeiro depende do conhecimento do mercado. Comece a pesquisar o assunto o mais rápido possível.

Você não precisa se tornar um especialista. Mas saber o básico é sábio para levar sua saúde financeira para o próximo nível. Portanto, leia, faça sua pesquisa e aprenda sobre como investir.

  1. Selecione uma estratégia

O tempo é levado em consideração no design. Portanto, lembre-se de que seu maior retorno virá no longo prazo.

Ao determinar sua estratégia de investimento, considere certos fatores, como riscos, custos, segurança futura e inflação.

Não se esqueça que o Brasil é um país com altas taxas de juros. Por exemplo, analise o que você está investindo em sua reserva de emergência.

Considere os custos envolvidos em alguns investimentos, como a arrecadação de impostos sobre a renda e taxas administrativas e de performance.

Por fim, acompanhe as notícias financeiras e esteja preparado para eventos inesperados no futuro. Não tenha medo de personalizar seu planejamento.

5 dicas práticas para controlar suas finanças

Quando falamos de economizar, sabemos que isso é um grande desafio. É difícil começar, manter essa economia por muito tempo e seguir um planejamento financeiro planejado fielmente.

Mas como o seu sucesso depende disso, listamos cinco dicas práticas para tornar sua jornada mais fácil.

1ª – Compre só o que precisa

Este é um exercício diário, principalmente para os consumidores. Adquira o hábito de estimar a necessidade real de comprar e analisar como o dinheiro não utilizado pode ajudar sua saúde financeira.

2ª – Compare preços

A compra por impulso pode trazer a sensação entediante de arrependimento. Pior ainda, dinheiro desperdiçado pode aumentar sua economia ou ser gasto de forma mais lucrativa. Portanto, pesquise e compare!

3ª – Cartão de crédito só quando valer a pena

Pagar sem juros, economizar milhas ou aderir a um clube de descontos são vantagens interessantes do cartão de crédito. No entanto, tome cuidado com taxas de conveniência, anuidades altas ou juros excessivos.

4ª – Prefira à vista, com desconto

Pagar em dinheiro pode ser benéfico para garantir um preço mais acessível. Além disso, você perderá lucros e não correrá risco de sua renda no futuro.

5ª – Reserve, sempre!

Planeje economizar parte de sua renda, não importa quão pequena seja. Aos poucos, você vai aumentando o valor, tanto para investir quanto para se preparar para imprevistos.

Todas essas dicas facilitaram a elaboração do seu planejamento financeiro, certo?

Se você seguir passo a passo e compreender a importância desta ferramenta, aumentará muito suas chances de um futuro próspero.