Imagine a seguinte situação. Você está precisando de dinheiro para fazer uma reforma na sua casa ou ainda está pensando em quitar todas suas dívidas. Contudo, não possui todo o dinheiro necessário, mesmo tendo um bom saldo no FGTS? Você sabia que é possível solicitar um empréstimo na Caixa Econômica Federal, na modalidade consignado com garantia do FGTS? Entenda como funciona aqui neste artigo.

Empréstimo na Caixa sem consulta ao SPC/Serasa na com o FGTS

Primeiramente, o FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é um direito de todos os trabalhadores. O empregador tem a obrigação de depositar mensalmente um valor equivalente a 8% do salário do trabalhador em uma conta administrada pela Caixa Econômica Federal. Com o passar do tempo, essa conta vai sendo alimentada pelos depósitos, e acrescida de juros e correção monetária ao longo dos anos. Entretanto, deixar o dinheiro parado na conta do FGTS, ele vai defasando ao longo dos anos.

Desde setembro de 2018, a Caixa detalhou as regras nesta modalidade de crédito, e agora você já pode utilizar o seu FGTS como garantia de um empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa na Caixa. Além disso, você conta com menores taxas e contratação facilitada, sem burocracia como em quaisquer outros empréstimos.

Como existe a garantia do FGTS e o desconto em folha de pagamento, reduz a possibilidade de inadimplência, e com isso o banco pode disponibilizar melhores condições na tomada de um empréstimo. Entretanto, mesmo utilizando o seu FGTS como garantia, ele continua sendo seu. O valor fica lá depositado na sua conta até que o contrato seja devidamente quitado.

Neste momento, somente a Caixa Econômica Federal é a instituição que está trabalhando nesta modalidade. Outros bancos já demonstraram interesse, mas como a Caixa é quem detém as contas do FGTS, uma eventual competição nas taxas de juros seria difícil que acontecesse, pois a estatal teria a possibilidade de oferecer as menores taxas de juros.

No caso da impossibilidade de pagamento, a parte do seu FGTS que está como garantia do empréstimo será executado. É importante estar ciente disso. Portanto, confira logo a seguir todos os detalhes e pré-requisitos necessários para a contratação de um empréstimo na Caixa nesta modalidade.

Como fazer o empréstimo consignado com garantia do FGTS

  • Primeiramente, você precisa ser empregado de uma empresa privada, com carteira assinada.
  • Seu contrato de trabalho deve ter pelo menos um ano completo.
  • É necessário possuir uma conta corrente na Caixa Econômica Federal e receber o seu salário nesta conta.
  • O seu saldo do FGTS deve ser compatível com o valor do empréstimo pretendido.
  • Sua empresa deve ter um convênio ativo com a Caixa Econômica Federal.

Como proceder:

Antes de mais nada, procure pelo RH da sua empresa e questione se eles possuem um contrato ativo com a Caixa Econômica Federal. Caso contrário, não será possível. Caso a sua empresa tenha um contrato ativo com a Caixa Econômica Federal, é possível solicitar o empréstimo pelo Internet Banking ou em um terminal de autoatendimento. Por fim, é possível também ir presencialmente na sua agência.

Qual o valor do empréstimo?

Na prática, o valor máximo de empréstimo que você pode conseguir é o equivalente à metade do saldo que você possui na conta do FGTS. Isso porque o empréstimo é garantido com 10% do saldo das suas contas mais 40% da multa em eventual demissão sem justa causa. A taxa de juros é variável, e você poderá pagar em até 4 anos – 48 meses.