O Nubank, fintech brasileira que vem revolucionando o mercado financeiro, anunciou recentemente que a oferta de empréstimo dela está em período de testes. O que significa que alguns usuários estão tendo a chance de testar o serviço, principalmente os que possuem tanto o cartão de crédito como a NuConta. Mas será que o empréstimo do Nubank é sem consulta ao SPC e Serasa?

Contudo, alguns leitores estão nos indagando se o empréstimo do Nubank é sem consulta ao SPC e Serasa. Mas antes de tudo, temos que entender como funciona análise de crédito da fintech.

Resultado de imagem para Nubank jpg

Como funciona a análise de crédito do Nubank

Segundo a fintech, a análise de crédito garante a qualidade e a segurança do serviço, sendo que há uma análise de todos os pedidos de cartões de crédito para que se evite inadimplência e fraude.

Quando a pessoa se inscreve e envia os dados, a fintech faz uma consulta com o seu nome e CPF, para coletar dados de várias fontes disponíveis no mercado. Sendo assim, são milhares de variáveis que se relacionam como histórico de consumo, crédito e pagamentos.

Posteriormente, depois de analisados os dados, os clientes são agrupados em centenas de perfis diferentes. Assim, cada perfil é classificado em um dos três grupos abaixo:

Perfil Verde

Perfis que se encaixam no grupo verde recebem o convite para fazer o cartão em até uma semana.

Perfil amarelo

Perfis do grupo amarelo podem receber um convite nos próximos 90 dias, dependendo do resultado dos testes da fintech.

Perfil vermelho

Perfis do grupo vermelho não receberão convite, mas podem pedir uma nova análise após 6 meses.

O empréstimo do Nubank é sem consulta ao SPC e Serasa?

É muito improvável que a fintech não faça consulta ao SPC e Serasa. Isso porque, como vimos, a aprovação do cartão de crédito do Nubank passa por uma criteriosa análise.

A única alternativa para que não haja consulta ao SPC e Serasa é se a fintech começar a oferecer o empréstimo consignado. Isso porque daí as parcelas serão descontadas diretamente na folha de pagamento dos clientes. O que diminui bastante o risco da inadimplência.